top of page

Vacina contra herpes zoster já está disponível na Clínica Daniel Lerário


A vacina é indicada para pessoas com mais de 50 anos


A Clínica Daniel Lerario acaba de receber a nova vacina Shingrix, para a prevenção de herpes zoster. A vacina foi aprovada recentemente no Brasil e é a mais moderna e eficaz forma de prevenção contra a doença. Ela é indicada para pessoas com 50 anos ou mais ou conforme a orientação médica.


Esta nova vacina promove uma proteção robusta não só de apresentar a doença como também de prevenir as dores crônicas que podem se desenvolver após um quadro de herpes zoster. Duas doses de Shingrix, com intervalo entre 2 e 6 meses, conferem mais de 90% de eficácia na prevenção desta grave doença.


Pessoas que já receberam a outra vacina para herpes zoster (Zostavax), também têm indicação para a vacinação com Shingrix. Neste caso, é recomendado aguardar pelo menos 8 semanas para receber a vacina mais moderna.


Para quem teve herpes zoster, a vacina Shingrix também indicada, com a sugestão de respeitar o intervalo de um ano entre a infecção e a realização da vacina.

Como todo medicamento, pode haver efeitos colaterais, em geral leves e que se resolvem em 2 a 3 dias. O mais comum é dor no local da aplicação da vacina.


Algumas pessoas podem também relatar dores de cabeça, febre, calafrios, desconfortos estomacais, vermelhidão e inchaço no local da injeção, cansaço, calafrios e febre.


Em caso de outras ocorrências, é importante procurar um médico.

Herpes zoster


O herpes zoster é causado pelo mesmo vírus que causa a catapora. As pessoas que tiveram contato com o vírus, sobretudo aquelas que tiveram catapora, permanecerão com ele em seu corpo, nas células nervosas. Em algumas situações, por causas diversas, estes vírus podem se tornar ativos, causando o herpes zoster.

Trata-se de uma doença que causa muita dor e desconforto e seu risco aumenta com a idade. Dados Norte Americanos revelam que uma a cada três pessoas sofrerá de herpes zoster ao longo de sua vida.


Os sintomas são erupções cutâneas dolorosas e com vesículas, atingindo uma ou mais regiões do corpo e podendo durar várias semanas. A doença pode levar a complicações, como dor de longa duração (neuralgia pós herpética). Com menor frequência, podem ocorrer infecções bacterianas da pele, fraqueza, paralisia muscular, perda de audição ou visão.


Vale destacar que a vacina Shingrix não previne contra a catapora.

Quem não deve tomar a vacina


A vacina é segura para adultos acima de 50 anos. Não deve ser administrada para grávidas, lactantes ou para aqueles (as) que tiveram reação alérgica grave na primeira aplicação ou apresentem alergia a algum componente da vacina.

Comments


bottom of page